...

16/11/2007

Site com dicas de smarthphone: Kioskea

Conexões e suas Velocidades de Internet no Celular:

Por ordem de velocidade e criação:

Tipo: Característica: Vel. Máxima: Simbolo(aparelho): Obs.:
GSM Modo Discado Cobrado por min. - Lento 9,6 Kbps    
WAP CSD (Modo Discado) Cobrado por min. - Lento      
GPRS + Rápido, pode somar ao WAP (somente em GSM) 80 Kbps - Lat. 500 a 1k    
EDGE (EGPRS)   236 Kbps - Lat. Alta Edge  
WCDMA (3G)   384 Kbps à 5,7 M. - Lat. Razoável    
HSPA (3G)   7 Mega - Lat. Baixa Hspa  
         
         

 

WIN 8

ANDROID 2.2

 
                       
marca Modelo R$ onde marca modelo R$ onde marca modelo R$ onde
  lumina 520 400,00 ML   defy 250,00 ML        
          optimus one 300,00 ML        
                       
em                      

 

Como Configurar Internet (Operadoras) no Celular (não é via wi-fi):

Oi:

Claro:

Tim:

Vivo:

ANDROID DICAS:

Fazer Root no LG-e470:

Fazer root aqui: Com software kingo Root (Aqui)

Fazer a segunda partição no cartão e linkar com link2go (no android) Aqui

-------------------------------

Fazer Root (aqui): Baixar no unlockroot.com o Unlock Root Pro Free, instalar (cuidado com Haoo123 desmarcar), no celular ativar a opçao de desenvolvedor, ativar depuraçao usb, plugar no pc, e clicar em root no software e aguardar...ao aparecer  ok, remover o cabo

Ativar 2a. Partiçao com Cartao SD - Aqui (MiniTool Partition Wizard no windows - Criar Particoes primarias: 1a FAT32 e 2a. Ext2) - Link2sd no Android (para ativar)

tecnologia no Android para que você possa mover parte do pacote do aplicativo para o cartão SD, liberando algum espaço para mais apps. No entanto, isso até ajuda, mas está longe do ideal. Ao mover um aplicativo para o cartão SD, você além de não movê-lo todo, quando você precisa conectar o cartão SD no PC (abrir no gerenciador de janelas do seu sistema operacional), os aplicativos movidos ficarão indisponíveis. E isso tem um motivo que vamos explicar.

Quando você conecta seu aparelho via USB no PC, você pode montar o cartão SD para explorar com o gerenciador de arquivos do sistema, para copiar arquivos, visualizar, etc. Nesse momento, enquanto você está acessando pelo PC, o Android não tem acesso ao cartão SD, e consequentemente, não terá acesso aos aplicativos que foram movidos para o cartão. Felizmente, dado que o Android é um sistema montado sobre uma base Linux, sempre há formas de se contornar qualquer limitação.

O Linux é um sistema poderoso e flexível. Não fica “preso a regras” que outros sistemas possuem. O que vamos ensinar aqui é: Como mover aplicativos para o cartão SD, sem deixá-los indisponível e movê-los completamente, o que inclui o pacote do software, o cache dalvik (um cache criado para acelerar a abertura do app e que ocupa mais algum espaço), e bibliotecas do aplicativo caso haja. Tudo de forma bem simples.



Fonte: http://www.superdownloads.com.br/materias/aumentando-memoria-interna-do-android.html#ixzz2uNIS1MLT

 

Conhecendo o Link2SD

O Link2SD não faz nada mais nada menos do que linkar os aplicativos para a segunda partição. Ele gera scripts no sistema que serão lidos durante o boot para a montagem da segunda partição, e a interface do aplicativo permite a criação dos links de forma fácil e sem necessitar recorrer ao terminal.

Por baixos dos panos, o funcionamento não é algo complexo. No entanto, há uns pontos a levantar para que você entenda o porque alguns aplicativos podem ser linkados e outros não. Os aplicativos que já vem pré-instalados no Android, ou mesmo aplicativos inseridos pela sua operadora, ficam no diretório /system/app, um diretório do sistema e reservado para ele. Aplicativos que você baixa do Google Play ficam no diretório /data/app.

A direferença entre um e outro são as permissões. Enquanto na pasta /data/app você pode instalar e remover aplicativos, no diretório /system/app, por questões de permissão, você não possui acesso, visto que remover aplicativos do sistema iria causar a quebra do mesmo. Posto isso, o Link2SD cria links somente no diretório /data/app.

Então, apesar de você conseguir remover aplicativos (bloatware) inseridos por operadoras no sistema com um Android rootado, linkar para a segunda partição não compensa. Em caso de falha no cartão iria comprometer todo o sistema operacional. Ou seja, aplicativos do sistema você não irá conseguir linkar, mas poderá remover (use esse recurso com cuidado!).



Fonte: http://www.superdownloads.com.br/materias/aumentando-memoria-interna-do-android.html#ixzz2uNIm8Igp

Toque em algum aplicativo da lista para aceder as opções. Você verá botões com a possibilidade de mover para o cartão SD, que não é o que queremos. Ao mover para o cartão é feito o mesmo processo que o Android faz, e move somente parte do aplicativo. Mais abaixo você verá a opção Link Simbólico e dois botões.

Fonte: http://www.superdownloads.com.br/materias/aumentando-memoria-interna-do-android.html#ixzz2uNIxJjUW

Basta tocar no botão para criar o link, e esperar o processo acabar. Pronto. O aplicativo estará linkado e todo o espaço antes ocupado por ele na memória interna foi liberado. Você tem a opção de linkar o apk (pacote do aplicativo), o cache dalvik, e alguma biblioteca se houver. Você decide o que quer linkar e manter na segunda partição.

Fonte: http://www.superdownloads.com.br/materias/aumentando-memoria-interna-do-android.html#ixzz2uNJ8UAum